Quem está no mercado há muito tempo ou gosta de ler artigos sobre a economia no mundo, sabe que na nossa história, os momentos bons e ruins, são cíclicos.
Nos novos tempos, fatores distintos tem modificado estas fases, como a que estamos vivenciando hoje.
Quando falamos em economia como um todo, os aspectos são distintos daqueles que o nosso mercado de Automação Comercial vive.
No caso da economia brasileira de forma geral, creio que todos já perceberam que a economia e a política se descolaram. As pessoas já viram que não podem ficar esperando do governo soluções em curto prazo, até porque, o modelo de gestão pública brasileira, é um dos mais socialistas do mundo.
Neste país só se fala em direitos, mas parece que deveres ninguém tem, e este é um dos pontos do nosso grande nó. As reformas precisam ser feitas sim, independente de gostarmos ou não dos governantes, o político e o judiciário, já viram que se algo não for feito com urgência, lá na frente, atrasarão os salários deles também. O Estado está ficando maior que o nosso PIB.
Hoje Estados estão com problemas de atrasos nos pagamentos do funcionalismo público, mas quem são estes servidores que não recebem em dia? Ou se invertermos, quem são os que estão recebendo em dia? Os poderes sabem que algo tem que ser feito muito rapidamente, pois a corda vai arrebentar.
Nós empresários, posso dizer que heróis, não podemos mais contribuir com impostos. A máquina do governo deve ser reduzia e otimizada. Gestão já!
Tem muito dinheiro para o setor público, precisamos ter gestão nas áreas que deveriam ser as únicas que o governo teria que participar: saúde, educação, infraestrutura e segurança.
De certa forma, os empresários esqueceram o setor público, baixaram a cabeça e estão fazendo o que sabem fazer. Mas se não houver contenção dos gastos públicos, vamos dever mais do que arrecadamos. Esta conta, qualquer pessoa pode fazer. Se gastamos mais do que ganhamos na vida pessoal, sabemos que se deve reduzir os gastos até que consigamos aumentar nossa renda. Mas no nosso segmento de AC, setor regulamentado, as coisas se misturam, é a realidade da economia e a realidade do negócio.
Mudanças muito grandes estão trazendo oportunidades para o nosso segmento, mas por outro lado, estão eliminando tipos de segmentos tradicionais. Neste caso, a falta de percepção da mudança na forma de comercializar os produtos, ou mesmo a falta de dedicação ao conhecimento técnico, tem sido devastador. Mas sobre este fator não temos domínio, apenas temos que nos adaptar.
É a história da vela de cera e da lâmpada de Newton, da máquina de escrever e do computador, entre outros.
A parte boa de tudo isto, é que o mercado no varejo melhorou. As oportunidades estão aí, se pra você não, ligue as antenas!