unecs

 

UNECS – União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços:

Criada em 2014, a UNECS é formada por oito das maiores instituições brasileiras representativas da área do comércio e serviços: Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Associação Brasileira de Automação para o Comércio (AFRAC), Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (ANAMACO), Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP), Confederação Nacional de Dirigentes e Lojistas (CNDL) e Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB).

A UNECS é responsável por 15% do PIB brasileiro; 65% das operações de crédito e débito no País, e pela geração de 22 milhões de empregos diretos.

Nesta ocasião, executivos e Presidentes das Entidades de Classes que compõe a UNECS reuniram-se para discutirem e reforçarem pleitos do setor, aos parlamentares da frente – CSE

 

fecomercio

FecomércioSP:

Em 1938, foi fundada a Federação do Comércio do Estado de São Paulo, atual Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo. Hoje é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 137 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro – gerando em torno de 10 milhões de empregos.

A FecomércioSP entende que a construção de uma sociedade mais justa e de uma economia ambientalmente sustentável não é tarefa apenas de governos. Por isso, conclama os empresários brasileiros de todos os portes e setores a assumirem suas responsabilidades ambientais e sociais, para que o Brasil possa encontrar o rumo de um crescimento econômico que corresponda às suas necessidades e potencialidades.

Mensalmente a AFRAC é convidada a participar no CAT, conselho de assuntos tributários da FECOMÉRCIO SP, onde tem uma importante contribuição técnica no que tange o desenvolvimento do setor de tecnologia e automação comercial de forma regulada e competitiva para o crescimento e desenvolvimento do setor.

 

 

fgv

 

Tributação e Novas Tecnologias FGV:

O grupo de pesquisa “Tributação e Novas Tecnologias” foi constituído em 2017 com o objetivo de enfrentar os desafios institucionais que se colocam nas diversas hipóteses de manifestação de riqueza pelo uso ou desenvolvimento tecnológico que, atualmente, não estão afetadas pela tributação.

As atividades do grupo serão realizadas em duas frentes paralelas e concomitantes: realização de eventos públicos, com vistas à discussão, com diferentes atores públicos e privados, de temas diversos que envolvem a tributação de novas tecnologias; e produção de pesquisas sobre o tema, gerando contribuição pública ao debate sobre o tema no Brasil.

AFRAC foi convidada à participar de palestras no Grupo de Estudo de Tributação de  Novas Tecnologias promovido pela FGV.

 

 

APL de Software Curitiba / Paraná: 

APLs constituem empresas organizadas em uma lógica própria de cadeia produtiva e mercado, articuladas para ações de cooperação, capacitação e desenvolvimento mútuo integrado, com apoio de instituições diversas conforme as competências básicas necessárias a esse desenvolvimento.

Microempresas e empresas de pequeno porte que participam de APLs têm acesso facilitado a mão-de-obra, novas tecnologias, fornecedores e distribuidores. Arranjos Produtivos Locais (APL) são aglomerações de empresas, localizadas em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva e mantém vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem, entre si.