Na última quinta-feira, dia 9 de novembro, às 13 horas, a AFRAC organizou, em parceria com o ENCAT, o 3º Inova NFC-e em Minas Gerais. O evento foi um sucesso e mobilizou o Estado de Minas Gerais ao apresentar as mudanças importantes da NFC-e, como um documento fiscal eletrônico, a ser utilizada pelo varejo.

A NFC-e traz mudanças para vários segmentos, especialmente ao usuário final, no tocante ao uso de mobilidade. Esta é a grande diferença, pois será possível emitir uma nota fiscal em uma fila, operação que não era possível com as tecnologias anteriores.

A inovação do uso da mobilidade no setor varejista para a operação de vendas fará diferença nos segmentos, como, por exemplo, em dias movimentados como a época de natal, será possível que as notas sejam emitidas não apenas no balcão de maneira formal, mas também pelo vendedor em qualquer lugar da loja quando a compra for com cartão.

Além da facilidade no ato da compra, a digitalização de dados, característica dos documentos fiscais eletrônicos, trará benefícios de fiscalização e redução de custos para o Estado e possibilitará a aplicação de sistemas inovadores de gestão aos varejistas.

Durante este importante evento contamos com a presença da Secretaria da Fazenda de Minas que confirmou sua adesão ao projeto NFC-e e indicou que, em 2018, o comércio mineiro irá conhecer a aplicação desta tecnologia fiscal.

Como representante da cadeia de Automação para o Comércio, a AFRAC possui como principal objetivo o estímulo a inovação tecnológica, desta forma, o 3º INOVA NFC-e trouxe resultado positivo e podemos aguardar um mercado mineiro aquecido para o próximo ano.

Saiba mais através do vídeo: