Como usar WhatsApp Pay e tudo o que você precisa saber sobre nova função do app!

Por Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business em 06 de Maio de 2021.

Na tarde da terça-feira (4), o WhatsApp anunciou o lançamento da função que permite realizar pagamentos e transferências durante uma conversa no aplicativo. 

O WhatsApp Pay já havia sido aprovado pelo Banco Central em 30 de março, mas só agora o público vai poder usar a função. 

Tire, abaixo, as suas dúvidas:

1. O WhatsApp Pay já está disponível para todo mundo?

Ainda não. Segundo a empresa, a função ficará disponível gradualmente para os usuários do aplicativo de mensagens instantâneas. 

Para saber se o WhatsApp já tem uma atualização disponível em seu smartphone, verifique a loja de aplicativos do seu dispositivo — a App Store, no iPhone, ou a Google Play, em celulares com o sistema operacional Android. 

2. Como fazer uma transação?

Para realizar uma transação, é preciso seguir alguns passos. Em primeiro lugar, clique em "Configurações" e procure a opção "Pagamentos".

Em seguida, crie uma conta no Facebook Pay — e fique atento: a senha de seis dígitos criada aqui será utilizada para fazer todas as transações pelo WhatsApp Pay.

terceiro passo é ainda mais simples: preencha todos os campos com seus dados pessoais e o número de seu cartão de débito, crédito, pré-pago ou múltiplo (que funciona tanto como débito ou crédito).

Algumas operadoras de cartões enviarão uma notificação para que o uso do cartão no app seja aprovado. Basta seguir o passo a passo solicitado pelo banco. 

Com isso, o pagamento direto pelo chat estará disponível. Para usar, o usuário precisará clicar na opção "Pagamento" que fica no mesmo menu que permite o envio de imagens e documentos. 

3. Preciso ter conta em banco?

Sim.

No WhatsApp, o usuário poderá cadastrar cartões das bandeiras Visa ou Mastercard emitido por um dos bancos participantes (Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú Unibanco, Nubank, Mercado Pago e Sicredi). Para isso, o indivíduo precisa ser correntista de um desses bancos. 

Todas as transações serão processadas pela Cielo.

4. Como saber se a transação deu certo?

Todas as transações poderão ser verificadas diretamente na conversa ou no histórico de pagamentos do WhatsApp. 

Quando o pagamento for bem-sucedido, o usuário poderá ver o status "Efetuado" no aplicativo. Também será possível visualizar outros status, como "Solicitado", "Processando", "Pendente", "Não efetuado" e "Expirado".

O WhatsApp ainda explica que, em alguns casos, o banco pode não creditar o pagamento. Nesses casos, a empresa afirma que o "cliente deve entrar em contato com a instituição financeira para obter mais informações".  

5. Existe limite para uma transferência?

Sim. Foram estabelecidos limites sobre os valores a serem transferidos.

Os usuários podem enviar até R$ 1 mil por transação e receber 20 transferências por dia, com limite de R$ 5 mil por mês. 

6. O WhatsApp vai aceitar Pix?

Por enquanto não, mas a empresa afirmou que está em contato com o Banco Central para tentar uma integração em um futuro próximo. 

"Até hoje, apenas instituições de pagamentos e instituições financeiras podem trabalhar no Pix. O WhatsApp não vê os pagamentos feitos no app como um concorrente do Pix porque será integrado a ele", disse o WhatsApp. 

7. E o pagamento para empresas e comerciantes?

Essa função ainda não recebeu o sinal verde que adicionaria uma nova linha de receita para o WhatsApp, uma vez que ela seria paga. No ano passado, os pagamentos com cartão no Brasil totalizaram R$ 2 trilhões, um aumento de 8,2% em relação a 2019.

Segundo a Reuters, o diretor de operações do aplicativo, Matthew Idema, disse que as conversas com o Banco Central ainda estão em andamento, e que o Facebook espera que o lançamento de pagamentos aos lojistas ocorra este ano, recusando-se a comentar se será um serviço cobrado.

"Para o WhatsApp, o lançamento de pagamentos é interessante porque aumenta o uso do aplicativo", disse o executivo.

8. Quais cuidados devo tomar na hora de transferir dinheiro pelo WhatsApp?

Para transferir (e receber) o dinheiro de forma mais segura, é preciso prestar atenção em alguns fatores.

O usuário não deve compartilhar o código de confirmação do WhatsApp, o PIN do Facebook Pay ou o código de verificação com ninguém.

Nem com familiares ou amigos e empresas — isso porque, em meio à pandemia, se tornou cada vez mais comum ver pessoas se passando por alguém pedindo dinheiro em mensagens enviadas pelo app. 

Também não se deve abrir links enviados por pessoas desconhecidas e, ao receber mensagens suspeitas, bloqueie e denuncie o número da outra pessoa, abrindo a conversa e tocando em "Bloquear > Denunciar e bloquear".

O WhatsApp também pede para que o usuário use a versão mais recente do aplicativo e mantenha o celular atualizado. 

No transporte público, vale a dica: melhor evitar fazer transferências no ônibus ou no metrô e sempre se lembrar de bloquear o celular quando deixar de usá-lo.  

Fonte: CNN

AFRAC

Esteja à frente sempre!
Seja o primeiro a saber das novidades do segmento e mantenha o seu negócio inovador e rentável. Associe-se!



Endereço

R. Prof. Aprígio Gonzaga, 35
Conjunto 64
São Judas, São Paulo - SP, 04303-000



Contatos

 Telefone: +55 11 3284-7080